Coração, Anti-inflamatórios e sal, nos exercícios

Automedicação indiscriminada de anti-inflamatórios analgésicos

Não tem jeito, como Médico do Esporte e Cardiologista sou obrigado a comentar os crescentes usos e abusos da automedicação indiscriminada de anti-inflamatórios analgésicos (exemplo ADVIL®, VOLTAREM®) e os famosos biscoitos salgados, durante treinos e principalmente nas populares provas de rua. A intenção é nobre, não sentir dor muscular ou das articulações quando correr. Aí é que mora o problema, na boa fé dos esportistas e até de atletas rodados, que viram verdadeiras bombas relógio para a lesão muscular, dos tendões e das articulações dos tornozelos e dos joelhos, que ocorrerá mais dia menos dia, só pelo uso de anti-inflamatórios sem prescrição médica. A dor é um alerta genial da natureza avisando de que algo ruim está acontecendo, aboli-la é deixar de saber que se iniciou uma distensão muscular ou tendinite ou artrite que irá piorar com a continuidade do exercício.

 

Vamos aos fatos, mesmo sabendo que é uma medicação com efeitos colaterais sérios e apenas um médico pode prescrevê-la, virou moda tomar o anti-inflamatório no início de uma corrida. Arriscam a saúde a médio e longo prazo e até a vida com essa automedicação totalmente contraindicada nessas condições.

Comentários

Cardiologia